COTAÇÃO CÁLCULO DE MOLAS DESENHO BUSCA POR FORNECEDORES TREINAMENTOS
Login Web Molas
 
 
 
:: Webmolas - o maior conteúdo de molas da web ::
Sabado, 16 de Outubro de 2021
Notícia : 13/09 - Crescimento da produção industrial caiu em julho
Em nota divulgada ontem (12), o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) considera que o resultado do crescimento industrial do mês de julho, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), indica um “movimento de desaceleração” da atividade industrial do estado.

“Para os períodos de crescimento, julho foi o mês mais fraco do ano. Tanto no estado de São Paulo como nas demais regiões do país foram verificadas taxas bem inferiores àquelas registradas nos primeiros sete meses do ano. Isso indica um movimento de desaceleração da atividade industrial em São Paulo, o que confirma que o cenário econômico em 2006 já está desbotado”, diz o texto da nota.

A produção industrial brasileira cresceu, de junho para julho, em nove dos 14 estados pesquisados pelo IBGE. Em São Paulo, estado que concentra 40% da indústria nacional, o crescimento em julho foi de 1,5%, em comparação a junho, e de 5%, em relação ao mesmo mês de 2005. A média nacional em julho, comparada a junho, foi de 0,6% – em relação a julho do ano passado, chegou a 3,6%.

Já o Instituto de Estudos Para o Desenvolvimento Industrial (Iedi) considerou que o resultado que “mais chama a atenção” no levantamento do IBGE é o de São Paulo, que “em julho cresceu acima da média nacional em todas as bases de comparação”. Os resultados no estado apontam crescimento de 1,5%, contra 0,6% da média nacional, na comparação com o mês anterior; de 5%, contra 3,2% da média nacional, em relação a julho de 2005; de 3,6%, contra 2,7% da média nacional, no acumulado do ano; e de 2,7% contra 2,2%, na variação em 12 meses.

Ainda de acordo com o Iedi, os dados divulgados pelo IBGE mostram que a tendência observada no primeiro semestre – de crescimento quase generalizado da indústria em termos regionais – teve continuidade em julho, nas diversas bases de comparação. “O resultado de junho, quando esta produção recuou na maioria dos locais pesquisados, parece ter sido um ‘ponto fora da curva’”, diz texto da análise divulgada pelo Iedi.



Leia também:

Produção industrial paulista puxa para cima a média do País

Segundo IBGE, expansão no Estado foi de 1,5% em julho na comparação com mês anterior

A produção industrial de São Paulo cresceu acima da média nacional em julho e garantiu os resultados positivos apurados no País. O Estado, que responde por 40% da produção do Brasil, apresentou uma expansão de 1,5% em julho ante junho e de 5% na comparação com igual mês do ano passado. "Os impactos mais negativos para o resultado nacional provavelmente estão fora do Estado de São Paulo", afirmou a gerente da pesquisa, Isabella Nunes.

Na semana passada, o Instituto Nacional de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou os dados nacionais da indústria em julho, que revelaram aumento na produção de 0,6% ante o mês anterior e de 3,2% ante igual mês de 2005. Ontem, o instituto mostrou que nove dos 14 locais pesquisados mostraram crescimento em julho ante junho. Na divulgação do mês anterior, dez dos locais estavam em queda, na comparação com maio.

EXPANSÃO SUAVE

Isabella disse que os dados por regiões confirmam a tendência de crescimento suave da indústria, já diagnosticada pelos resultados nacionais, anunciados na semana passada. "O ritmo de crescimento da indústria na média nacional se confirma nas regiões, que mostraram ganhos, mas suaves", disse.

De acordo com Isabella, os dados de média móvel trimestral, considerado o principal indicador de tendência, também mostram crescimento em nove das 14 regiões investigadas no trimestre encerrado em julho, em relação ao terminado em junho, o que confirma a trajetória de crescimento suave. Na média nacional, o crescimento foi de 0,2%.

A gerente observou que as regiões que apresentaram destaque de crescimento na produção em julho têm predominância de influência das exportações de commodities (metalurgia, minério de ferro, açúcar e suco de laranja, entre outros), da indústria extrativa ou de veículos automotores.

No caso do Estado de São Paulo, os principais destaques positivos no desempenho da indústria em julho foram automóveis, caminhões, açúcar, suco de laranja e computadores. O crescimento na região ante o mês anterior ocorreu após uma queda de 2,1% nessa base de comparação apurada em junho ante maio.

ACIMA DA MÉDIA

No acumulado de janeiro a julho, a indústria paulista cresceu 3,6% ante igual período do ano passado, também acima da média nacional (2,7%). Isabella destacou que o crescimento da produção no Estado foi espalhado, já que, tanto no acumulado quanto em julho ante igual mês de ano anterior, houve expansão em 14 dos 20 segmentos pesquisados.

Técnicos do Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (Iedi) avaliaram em documento que os resultados da indústria paulista foram vigorosos e, ao contrário do que ocorreu na maior parte das regiões, mais impulsionados pelo mercado externo do que pela demanda doméstica.
Fonte: Agência Brasil / O Estado

Anuncie no Webmolas.com.br    Assine o Webmolas.com.br
 Contato    Cadastre-se
Resolução Mínima 800x600 © Copyright 2001 - 2007 WEBMOLAS